Pesquisar este blog

Carregando...

quarta-feira, setembro 24, 2014

Bom Samaritano




Em resposta, disse Jesus: “Um homem descia de Jerusalém para Jericó, quando caiu nas mãos de assaltantes. Estes lhe tiraram as roupas, espancaram-no e se foram, deixando-o quase morto. Aconteceu estar descendo pela mesma estrada um sacerdote. Quando viu o homem, passou pelo outro lado. E assim também um levita; quando chegou ao lugar e o viu, passou pelo outro lado. Mas um samaritano, estando de viagem, chegou onde se encontrava o homem e, quando o viu, teve piedade dele. Aproximou-se, enfaixou-lhe as feridas, derramando nelas vinho e óleo. Depois colocou-o sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e cuidou dele. No dia seguinte, deu dois denários ao hospedeiro e lhe disse: ‘Cuide dele. Quando eu voltar, pagarei todas as despesas que você tiver’. “Qual destes três te parece ter sido o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores?” “Aquele que teve misericórdia dele”, respondeu o perito na lei. Jesus lhe disse: “Vá e faça o mesmo”. Lucas 10:30-37


Há muito tempo que conheço aquela parábola bíblica que fala sobre o Bom Samaritano, inclusive já tive a oportunidade de estudar e dar aula sobre esta passagem.

É uma passagem bonita, onde podemos tirar inúmeras lições, podemos refletir sobre a postura humana, o contexto da época, enfim, podemos gastar horas e horas de estudo.

Porém, nada se compara a você realmente vivenciar na pele a situação ensinada por Jesus.

A primeira leitura, muitas vezes, nos remete a um olhar romanceado, nos remetemos à época, à situação. Tudo parece como uma linda peça de teatro em nossas mentes e ficamos a imaginar que um dia poderíamos vivenciar algo assim, e diante dos olhos do Divino sermos exaltados como o Bom Samaritano.

Enfim na prática, a teoria é outra, assim já diziam alguns mais céticos.

Quantos de nós olhamos para o irmão ao nosso lado com seus erros, problemas, dificuldades, vícios, limitações, mazelas e etc. e ao menos estendemos a mão?

Não fazemos nada, nem materialmente, nem espiritualmente. Somos práticos em rotulá-lo ou criticá-lo.

E se esta mesma pessoa que vivencia tudo isso, também já tivesse nos prejudicado materialmente ou não? E ainda assim a encontrássemos pelo caminho necessitando de ajuda, teríamos a mesma atitude?

Quantos de nós já não atropelamos o próximo com o nosso olhar? Ou perfuramos o que ainda sobrou do coração de alguém, com atitudes e palavras cortantes, esfarelando-o e deixando-o a cargo do destino e a própria sorte?

É isso mesmo, devemos chamá-lo de irmão, pois queremos mentalmente chamá-lo de qualquer outra coisa.

O amor que Jesus nos ensinou, e que nos faz alguém melhor para o mundo e para nós, reside nos confrontos da vida, que fogem da época em que foram ensinadas e vem de encontro a nossa realidade.

Amar não é só flores e declarações para quem amamos, vai além. É quebrar os grilhões da intolerância, do orgulho, do individualismos, da ansiedade, da pressa, vaidade…

É acreditar que o amor tem uma capacidade divina e tremenda para reconstruir as fibras que nos trazem a força necessária para seguir adiante.

Estou escrevendo isto pois aprendi estas coisas na marra, a duras penas e estou ainda em fase de avaliação pelo nosso mais amoroso mestre Jesus. E espero que a partir desta mudança, eu consiga exercitar isto mais vezes, com o meu próximo, com aquele que não chamamos de irmão e sim de estranho.

Que as bênçãos do céus seja sobre todos nos e Oxalá seja conosco.


Alexandre Abreu

domingo, julho 20, 2014

Amigo por Rubem Alves


E ao rever algumas anotações feitas a um tempo atrás de um livro de Rubem Alves, me deparo com um trecho sobre amizade.Coincidência? Não sei! 
Apenas deixo esta mensagem pra todos amigos. Um dia depois deste grande escritor partir e deixar lições tremendas em todas as áreas.

"Um amigo é uma pessoa com quem se tem prazer em compartilhar idéias de forma tranquila e mansa. Não é preciso estar de acordo. 

O rosto do meu amigo não é igual ao meu rosto. E essa diferença me dá alegria. Se convivemos bem com nossos rostos diferentes, porque haveríamos de querer que nossas idéias fossem iguais? 

 
Experimentar a diferença de idéias mansamente é uma evidência da amizade.

Assim se você deseja saber se uma pessoa é sua amiga pergunte-se: Temos prazer e gastamos tempo compartilhando idéias?

Acho que os casais namorados ou casados de papel passado deveriam se propor a esse teste.

Não existe amor que sobreviva só de sentimentos sem a conversa mansa."

Trecho do livro de Rubem Alves - Ostra Feliz não faz Pérola 


terça-feira, março 04, 2014

10 dicas pra começar a correr



Gostaria de compartilhar com vocês um texto muito legal que pode ajudar a muito na busca para iniciar uma atividade física.

Não são dicas definitivas e nem mágicas e cabe a cada um ir em busca do conhecimento. E para isso procure sempre um profissional e não deixe de estudar.

É um texto que guardei e infelizmente o link não está mais ativo e mesmo assim vou preservar o nome do autor como créditos.

Desejo que todos consigam ter a determinação necessária para conquistarem uma qualidade de vida melhor, sempre.

10 dicas pra começar a correr
O esporte é saudável, ajuda a manter a forma e não tem custo 

Vladimir Maluf

A corrida é um esporte que ajuda você a manter a saúde, a forma e, caso você prefira, não exige gasto algum. Afinal, pode ser praticado ao ar livre. Se quiser investir, há, inclusive, aulas de corrida nas academias ou a opção de ter uma esteira em casa. Porém, antes de sair correndo por aí, veja essas importantes dicas de Ivo Moraes, professor de Educação Física e coordenador da academia Competition, em São Paulo. 

1. Passe por uma avaliação médica e deixe claro para o médico que seu objetivo é iniciar a prática de corrida (alguns convênios e hospitais oferecem testes direcionados para esta finalidade).

2. Procure a orientação de um profissional de Educação Física.

3. Respeite sua condição física atual e não ultrapasse seus limites. O desenvolvimento da corrida deve ser gradual, começando pela caminhada e aumentando a intensidade progressivamente, até conseguir manter uma corrida moderada por tempo prolongado.

4. Na escolha do percurso, procure iniciar a corrida em um espaço plano, de preferência gramado ou com piso de terra batida, que proporcionam menor impacto e uma adaptação confortável para a musculatura envolvida nessa atividade.

5. Quanto a frequência semanal, no início, corra 2 vezes por semana em dias alternados, durante as primeiras 4 semanas. Só após esse período, passe a praticar 3 vezes semanais. Correr diariamente é desnecessário, pois o corpo precisa de repouso para recuperar a musculatura e repor as energias. 

6. Defina prazos e metas de acordo com sua realidade, ainda mais se tiver a intenção de participar de provas de pedestres no período de 6 meses a um ano. Mantenha seu foco nas provas curtas, de 3 a 5 km.

7. Procure manter uma alimentação saudável e jamais pratique uma atividade física sem comer – principalmente se você é daqueles que acorda e sai sem tomar café da manhã.

8. Cuidado com a prática errada da corrida. Ela pode causar fratura por estresse nos ossos da perna, anemia, lesões musculares e articulares, problemas cardíacos. Mesmo em alunos sem histórico de males no coração.

9. As pessoas que estão acima do peso devem ficar ainda mais atentas, já que os joelhos sofrem muito com exercícios de alto impacto.

10. Quer motivos para correr? A corrida oferece benefícios como liberação de endorfina (enzima que proporciona o bem estar) e maior disposição física e emocional. Melhora o funcionamento dos sistemas respiratório, cardiovascular, gastrintestinal e imunológico, melhora a qualidade do sono, promove ganho muscular e auxilia na perda de peso.

Sucesso na sua caminhada e corrida



domingo, dezembro 08, 2013

O Teste dos Três Filtros

Você já ouviu falar do Teste dos Três Filtros de Socrates?

Na Grécia antiga, Sócrates (469 - 399 AC) era um mestre reconhecido por sua sabedoria. 

Certo dia, o grande filósofo se encontrou com um conhecido, que lhe disse:
- Sócrates, sabe o que acabo de ouvir sobre um de seus alunos?
- Um momento, respondeu Sócrates. Antes de me dizer, gostaria que você passasse por um pequeno teste. Chama-se "Teste dos três filtros".
- Três filtros?
- Sim. - continuou Sócrates. - Antes de me contar o que quer que seja sobre meu aluno, é bom pensar um pouco e filtrar o que vai me dizer.
O primeiro filtro é o da Verdade.
Você está completamente seguro de que o que vai me dizer é verdade?
- Bem, não... Acabo de saber neste mesmo instante...
- Então, você quer me contar sem saber se é verdade?
Vamos ao segundo filtro, que é o da Bondade.
Quer me contar algo de bom sobre meu aluno?
- Não, pelo contrário...
- Então, interrompeu Sócrates, quer me contar algo de ruim sobre ele que não sabe se é verdade? Bem, você pode ainda passar no teste, pois ainda resta o terceiro filtro, o da Utilidade. O que quer me contar vai ser útil para mim?
- Acho que não muito...
- Portanto, concluiu Sócrates, se o que você quer me contar pode não ser
verdade, pode não ser bom e pode não ser útil, para que contar? 


domingo, setembro 22, 2013

Mudanças e Oportunidades


Precisamos a todos os momentos repensar nossa trajetória de vida, nossos valores e principalmente estar de coração aberto para as oportunidades que Deus te apresenta a todos o momentos.

Pense nisto e não trate os problemas como apenas problemas.

Como corredor tenho vivenciado isto fortemente nestas ultimas semanas...cobrei  do meu corpo algo além do normal, sem preservar o equilíbrio e ele me enviou uma fatura, cobrando tudo aquilo que subestimei.

Ser cauteloso é necessário mesmo diante da melhores perspectivas.

Se quer o excesso e ficar com a aquela frase tatuado em sua mente "No Pain, No Gain"..assuma o risco e lembre-se que este risco pode concretizar-se. Nada é de graça.

Sempre há o Gain quando se usa a cabeça e onde há equilíbrio.

sábado, agosto 24, 2013

A todos que...

A todos que estão cansados a renovação.
A todos que estão triste a alegria.
A todos que estão agitados a paz no coração!
Tenham dias maravilhosos e que nada venha a perturbá-los.
Pensem que em tudo temos a imensa oportunidade de aprender algo de novo e a oportunidade de mudar algo para o bem seu e de outros.
Se você acredita na força renovadora do amor....
então que este seja o seu escudo protetor... a sua força energética, mágica e soberana e que sirva para todos aqueles que de ti precisam...


terça-feira, março 19, 2013

Lições de Perseverança



Já observou a atitude
dos pássaros ante às adversidades?

Ficam dias e dias fazendo seu ninho, recolhendo materiais, às vezes trazidos de locais distantes...

... E quando já ele está pronto e estão preparados para por os ovos, as inclemências do tempo ou a ação do ser humano ou de algum animal destrói o que com tanto esforço se consegui...

O que faz o pássaro?
Pára, abandona a tarefa?
De maneira nenhuma. Começa, uma outra vez, até que no ninho apareçam os primeiros ovos.
Muitas vezes, antes que nasçam os filhotes, um animal, uma criança, uma tormenta, volta a destruir o ninho, mas agora com seu precioso conteúdo...

Dói recomeçar do zero... Mas ainda assim o pássaro jamais emudece, nem retrocede, segue cantando e construindo, construindo e cantando...

Já sentiu que sua vida, seu trabalho, sua família, seus amigos não são o que você sonhou?

Tem vontade de dizer basta, não vale a pena o esforço, isto é demasiado para mim?
Você está cansado de recomeçar, do desgaste da luta diária, da confiança traída, das metas não alcançadas quando estava a ponto de conseguir?

Mesmo que a vida o golpeie mais uma vez, não se entregue nunca, faça uma oração, ponha sua esperança na frente e avance. Não se preocupe se na batalha seja ferido, é esperado que algo assim aconteça. Junte os pedaços de sua esperança, arme-a de novo e volte a ir em frente.

Não importa o que você passe...
Não desanime, siga adiante.
A vida é um desafio constante, mas vale a pena aceitá-lo. E sobretudo...
Nunca deixe de cantar.

(Desconheço a Autoria)

terça-feira, janeiro 22, 2013

Princípio do Vácuo

O tempo passou desde o ultimo post. 

Até hoje muitos registros no celular iniciados para futuras postagens, muitas corridas legais realizadas, muitas coisas interessantes para compartilhar, contudo,em alguns momentos da vida por mais que desejamos priorizar algumas áreas do nosso dia a dia, alguma outra situação agem de forma quase de forma autoritária impondo a suas necessidades e fazendo que você mude suas prioridades e estabeleça outras.

Neste ano de 2012 muita coisa aprendi e compartilhei, me emocionei e fiquei com raiva, muitos planos realizados e outros não, contudo pra o próximo ano sempre esperamos algo a+ e esperamos que o que foi deixado pra trás seja realizado ou replanejado, ou que sabe novos planos.

E pra este ano que está apenas começando deixo este texto  e que acredito que ajudará na reflexão de um novo ano.


O Principio do Vácuo

 


(por Joseph Newton)

Você tem o hábito de juntar objetos inúteis no momento, acreditando que um dia (não sabe quando) poderá precisar deles? Você tem o hábito de juntar dinheiro só para não gastá-lo, pois no futuro poderá fazer falta? Você tem o hábito de guardar roupas, sapatos, móveis, utensílios domésticos e outros tipos de equipamentos que já não usa há um bom tempo?

E dentro de você? Você tem o hábito de guardar mágoas, ressentimentos, raivas e medos? Não faça isso.

É preciso criar um espaço, um vazio, para que as coisas novas cheguem em sua vida.

É preciso eliminar o que é inútil em você e na sua vida, para que a prosperidade venha.

É a força desse Vazio que absorverá e atrairá tudo o que você almeja.

Enquanto você estiver material ou emocionalmente carregado de coisas velhas e inúteis, não haverá espaço aberto para novas oportunidades.

Os bens precisam circular. Limpe as gavetas, os guarda-roupas, o quartinho lá do fundo, a garagem.

Dê o que você não usa mais.

A atitude de guardar um monte de coisas inúteis amarra sua vida.

Não são os objetos guardados que emperram sua vida, mas o significado da atitude de guardar.

Quando se guarda, considera-se a possibilidade da falta, da carência.

É acreditar que amanhã poderá faltar, e você não terá meios de prover suas necessidades.

Com essa postura, você está enviando duas mensagens para o seu cérebro e para a vida: primeira: você não confia no amanhã e, segunda: você acredita que o novo e o melhor não são para você, já que se contenta em guardar coisas velhas e inúteis.

Desfaça-se do que perdeu a cor e o brilho e deixe entrar o novo em sua casa e dentro de você!

sábado, setembro 17, 2011

Treino Mizuno - Trial Prophecy

Profecia: 1- predição do futuro, que se crê de inspiração divina; vaticínio 2-predição feita por indivíduo que pretende saber ler o futuro; previsão 3-anúncio de um acontecimento futuro, feito por conjetura (dicionário Houaiss)

Um tênis é uma promessa para o futuro de um corredor. Uma previsão de bons resultados, uma promessa de impulsionar os corredores a novos desafios. Seria essa a reflexão que poderemos ter sobre um tênis que chegou ao mercado após anos de estudos com o intuito de promover mudanças? Essa profecia em formato de tênis é o Wave Prophecy da Mizuno.

O Treino
No dia 03/09, no primeiro sábado desde mês, tive a oportunidade de participar do treino promovido pela Mizuno #trialProphecy com algumas pessoas que foram selecionadas através do Twitter, dentre elas alguns amigos já conhecidos de corrida. No dia 02/09 recebi a ligação do pessoal da Mizuno efetivando o convite e confesso que receber uma boa noticia numa sexta-feira no final do dia agitado foi muito bom.

O treino foi marcado na raia olímpica da USP e contou com a simpatia do pessoal da Mizuno e toda a estrutura pronta pra receber os corredores, com direito a um delicioso café da manhã e kits com produtos Mizuno para o treino do dia. O pessoal da TriLopez orientou no alongamento, bem como num treino leve indicando o percurso em torno da raia, o que acabou registrando 4,5Km.

Estiveram por lá os amigos Vicente Sobrinho, Kleber Correa, Zé Marcos também conhecido como @zeqcorre, Clovis Bento e Jackegense. Destaque especial para o pessoal simpático que passei a conhecer como o grande Bruno Vicari, Alessandra Bueno, Evelyn Parolina, Tiago Araujo e Ricardo Pini. Muito mais que um treino foi um momento especial para colocar a conversa em dia, compartilhar experiências, fazer novas amizades e claro, por que não, ouvir as deliciosas histórias de corrida do Vicente Sobrinho, grande jornalista da Contra Relógio.

Uma coisa é fato o treino só instigou mais minha vontade de realizar outros treinos e até provas com o tênis. Quero ter mais contato com ele depois de rodar mais alguns Km, se o resultado surpreendeu num curto treino fico imaginando em um percurso mais longo com mais kms. Calçar o tênis e dar uma corrida dá uma dimensão diferente.

O Tênis:
Mas falando um pouco mais sobre o tênis, juro que o nome “Prophecy” ou se preferirem: Profecia, me chamou muito a atenção. Alias eu, corredor amador, prestes de completar 2 anos de corrida , fiquei a me perguntar o que ele pode ter a oferecer. Afinal qual é a promessa dele?

Já na primeira impressão ele não faz feio. Seu cabedal, ou aquela parte que confere os detalhes ao tênis e que além de garantir beleza também auxilia na transpiração é muito bonito.  É um tênis que não desaponta na sua aparência e marca presença.

O tênis tem muita tecnologia aplicada em diversos detalhes. A começar com a dispensa do EVA pela placa Wave Infinity, tecnologia exclusiva da Mizuno, e que passa ocupar todo o solado de ponta a ponta. Diferente dos últimos modelos da Mizuno. O resultado da retirada do EVA é a leveza que é conferida a ele.

Num primeiro instante para mim foi perceptível a diferença do Wave com relação ao EVA principalmente alguns grupos musculares que passam a ser trabalhados de forma diferente. O que fica de dica, para corredores como eu que ainda estão desafiando as quilometragens, é que, ao utilizar o tênis pela primeira vez, dê uma volta com ele. Vá ao shopping fazer compras, vá na academia, faça um aquecimento, uma rodagem leve, sinta o tênis.

Outro aspecto muito interessante que o tênis oferece com a placa Wave Infinity é que ela otimiza a energia gasta pelo corredor durante as passadas e converte-a em impulso, ou seja, ele te empurra pra frente. Isto foi perceptível nos primeiros metros no aquecimento. Ou seja, a energia do impacto é convertida em prol do corredor, essa uma grande diferença para o solado em EVA.

Mesmo sendo um tênis alto para os padrões normais ele oferece um amortecimento atrelado com estabilidade, neste aspecto meus joelhos agradeceram, pois para condromalácia necessito de amortecimento e estabilidade.

Lendo um pouco mais sobre o tênis, no site da Mizuno, uma outra sacada importante investida foi a tecnologia Gender Engineering, que atua nos diferenciais funcionais no solado conforme as características biomecânicas dos homens e das mulheres. Fiquem atentos quando forem comprá-lo pois a diferença é pequena do modelo masculino e feminino. No masculino o símbolo da Mizuno é dourado e no feminino é prata.

Enfim a primeira impressão que fica é que é um tênis que veio pra fazer diferença. E faz...

A Profecia
E como quase no intuito de mistificar sua profecia, foram 7 anos de muitas pesquisas  para chegar no modelo apresentado, segundo a Mizuno. Coincidência ou não o numero 7 sempre exerceu um papel “místico” nas religiões e crenças. No tarô a carta 7 corresponde ao Carro ou Carruagem e significa: avanço, progresso, início de algo novo.
 
Na antiguidade mais distante, atribuía-se um profundo significado aos números. Qualquer povo que tivesse alguma coisa parecida com uma filosofia dava grande destaque aos números na realização das suas práticas religiosas, no estabelecimento de dias de festivos, de símbolos, dogmas, e até mesmo na distribuição geográfica dos impérios.

No antigo cálculo astronômico e religioso dos romanos pagãos, que dividiam a semana em sete dias, o sétimo dia era considerado o mais sagrado. Os egípcios tinham sete deuses originais e mais elevados; os fenícios tinham sete kabiris; os persas, sete cavalos sagrados de Mitra.

Este número místico não tem importância menor no mundo do intelecto e da filosofia. A Grécia tinha sete sábios, a idade média cristã tinha sete artes livres (gramática, retórica, dialética, aritmética, geometria, música, astronomia).

Os peregrinos muçulmanos dão sete voltas ao redor de Kaaba, quando chegam. Na Igreja Católica são 7 os sacramentos adotado: Eucaristia ,Batismo, Crisma, Penitência, Unção dos Enfermos, Ordenação Sacra e Matrimônio.

Na bíblia, Deus descansou no 7º dia após a criação do mundo. O número 7 fala da perfeição ou plenitude. No livro do Apocalipse o autor se refere as 7 cartas para as 7 igrejas da Asia .

Nos nossos dias a dia também encontramos referências sobre o numeral como 7 cores fazem um espectro perfeito, 7 notas fazem uma escala perfeita, 7 dias fazem uma semana completa.

São inúmeros os lugares que encontramos referências sobre o numero 7 e tentar citar todas as coisas incluídas neste número místico, seria necessária uma biblioteca.

Toda profecia é revelada pelo seu profeta. A profecia cumpre seu papel em trazer a esperança para novos tempos. A profecia não se perde, ela se cumpre para mudar o nosso tempo. E assim, a seu tempo o  Prophecy vem cumprir sua promessa de tornar-se um tênis que impulsionará os corredores aos seus desafios, assim sua corrida não será mais a mesma.

Algumas fotos: Facebook

Video do treino



terça-feira, junho 07, 2011

De Maio a Junho e um pouco mais


E o mês de maio passou e ingressamos em junho, no mês que marca a virada do semestre ou pra quem preferir estamos na metade do ano.

O mês maio que acabou de nos deixar celebrou o dia das mães, do trabalhador, o aniversário da abolição da escravatura no Brasil, curiosamente o dia do silêncio (07/05), entre outras datas que podem ser consultada no Wikipédia e sem contar o calendário repleto de corridas espalhado pelo Brasil e mundo. Como bem destacou o site Correr Pelo Mundo é um dos meses favoritos para realização de corridas tanto aqui quanto lá fora, pois aqui recebemos o outono e lá no hemisfério norte a primavera, isto realmente torna o mês muito favorável em termos de temperatura para correr.

No meu caso tinha programado correr 3 provas que por fim viraram 2. Uma delas relatei neste blog no post Fila Nigth Run – You Can Fell (13/05) e a outra foi a Tribuna FM Unilus 2011, (15/05). Conclui as duas muito bem e satisfeito com os resultados. Nada como treinar certo, os resultados aparecem e para mim a orientação esta fazendo uma baita diferença.

Tribuna FM Unilus 2011 – uma prova diferente
Participar da corrida da Tribuna FM além de proporcionar a primeira experiência em correr fora
de São Paulo também me fez refletir que a coisa mais difícil pra um corredor é definir qual a melhor corrida do ano.

Vários fatores nos separam desta decisão: do emocional ao racional, do técnico ao não técnico, do estar preparado ao estar despreparado. Enfim escolha o seu! Pois eu prefiro um misto disto tudo e ao cruzar a linha de chegada, deixo o momento falar e resgatar as memórias e emoções.

E foi o que aconteceu no ultimo dia 15/05 na prova da Tribuna FM . Esta prova reuniu um pouco da minha evolução nos treinamentos e a recuperação das lesões que tive, assim como a emoção de encontrar com os amigos e conhecer novas pessoas.

Meu contato com a prova da Tribuna nasceu logo que comecei a correr. Ela e a São Silvestre chamaram a minha atenção para incluí-las no meu calendário de participação de corridas. Infelizmente descobri a prova já quando não dava mais tempo de fazer a inscrição em 2010 e acabei deixando para o próximo ano, ou seja, esperei 201, bastante ansioso. Eu ainda arriscaria dizer que a Tribuna é prima-irmã da São Silvestre em numero de participantes e de animação. Só nesta 26º edição foram 16.000 inscritos/participantes.

Um dos pontos fortes desta prova é animação dos participantes, perceptível já pra quem chega ao ponto principal de concentração na Pç José Bonifácio. Alias pelo fato da rua principal ficar fechada a praça acabou sendo eleita como ponto de encontro antes da largada. Fiquei admirado com tanta alegria estampada no rosto das pessoas e dos muitos Santistas que recebem de braços aberto os visitantes. Os grupos formados por amigos, assessorias, academia dão o tom da prova. Simplesmente a praça foi tomada pela alegria.

Voltei para São Paulo com a sensação que fomos convidados para uma grande festa e os Santistas nos recepcionaram de forma calorosa e maravilhosa bem. Fica aqui meu obrigado a todos.

O encontro com os twittersrun santistas confirmou esta calorosa recepção. De uma forma diferente marcamos um ponto no Google Maps (vide link - Largada e Chegada) pra não ter o perigo de ninguém não se encontrar. E funcionou direitinho. No ponto de encontro da largada estiveram nos recepcionando com a sua simpatia Cida, Vilma, Eliana, Claudia, Simone e Alex.

Já na chegada, no outro ponto de encontro dos #twittersrun, na Pç das Bandeirantes, o encontro ficou maior e apareceram por lá os santistas Monica Maradei e Mario. Tivemos um grande encontro que as fotos revelam quantas pessoas ilustre passaram por lá (vejam as fotos abaixo).

Deixo a dica para os Twittersrun que realizam treinos marcarem no Google pontos de encontro.

Em suma, tivemos uma prova bem organizada, percurso plano, hidratação bem feita e animação garantida com direito até churrasquinho na calçada. Indico a todos os corredores incluírem a prova no seu calendário.Recomendo a leitura do relato no Blog Corrida Viva,do grande jornalista da Contra Relógio Vicent Sobrinho, que conseguiu transmitir bem os detalhes da prova que colaboram para termos uma prova que deixou marcas para ser alçada a uma das melhores provas que já participei.

A Caminho do Mar – iniciando junho com um treino especial.
Maio acabou e para abrir o mês de junho participei de um treino bem especial à convite dos amigos de corrida Sergio, Richard, Roberto, Leandro e Fabio. O treino foi marcado na Estada Caminho do Mar (SP-148), um lugar diferente e que permite aos freqüentadores uma bela paisagem para treinar e apreciar a natureza.

No dia anterior juro que estava completamente indeciso onde iria fazer meu longão. Opções não faltavam, dentre elas o convite de conhecer um lugar diferente me atraia. Enfim deixei o relógio despertar, olhei pra fora no intuito de buscar animo. Hesitei! E por fim envie uma mensagem pelo celular confirmando minha presença.

Já no ponto de encontro percebíamos que o frio seria generoso, mesmo com o sol a ensaiar timidamente os primeiros raios lá no leste, e com os termômetros marcando uns 11ºC e com uma sensação 10ºC. De qualquer forma todos paramentados, partimos com a esperança de encontrar o Sol e como já dizia a musica do Jota Quest, lembrada durante o treinamento:

Ei, dor!
Eu não te escuto mais
Você não me leva a nada
Ei, medo!
Eu não te escuto mais
Você não me leva a nada...

E se quiser saber
Pra onde eu vou
Pra onde tenha Sol
É pra lá que eu vou...
(O Sol – Jota Quest - Antônio Júlio Nastácia)

O percurso é muito bonito e recompensador. Mesmo sem a presença do astro Sol o amanhecer frio nos proporcionou um ar bucólico. No trajeto tivemos até a recepção de uns pássaros disfarçados de pingüins e que são conhecidos universalmente como Urubus. Olha, tinha uma porção destes por lá. De certa forma animou a rodagem e gerou boas risadas.

O que será que eles estavam pensando daqueles doidos naquele frio?

Um treino pra lá de legal que surpreendeu as expectativas. Imagino que com o sol do amanhecer dever ficar melhor ainda. Foi um longão tranqüilo realizado num pace confortável ao ponto de manter o trajeto aquecido com o blablablarun.


Finda maio e inicia junho e a cada mês que passa histórias vão sendo escritas. E neste pouco tempo de corrida uma coisa eu aprendi: Se você acha que um treino ou uma prova não ira te surpreender ou uma chuva ou tempo frio pode sabotar seu animo. Esquece! Isto não acontecerá. Calce um tênis e vá. Você sempre terá algo de novo, algo diferente. Deixe se surpreender!

Fotos:




sexta-feira, maio 13, 2011

Fila Night Run - 2011 - You can fell it!

Ao som de You can fell it,com Jackson 5, que apareceu do meu playlist de forma aleatória, segui correndo pelas avenidas da zona norte, na noite paulista do sábado 08/05 na Fila Nigth Run São Paulo.

A letra da música já ditava o ritmo da prova
Can you feel it,
Can you feel it,

Can you feel it

If you look around The whole world's coming together now...

São Paulo é conhecida como a cidade do agito, proporcionado em diversas áreas do lazer diversas atrações. E neste mesmo clima de muito festa, luzes disco, DJs no meio da prova e até show Ultraje a Rigor, rolou a corrida noturna Fila Nigth Run na praça da FEB,Campo de Marte.

Diferente das demais provas, que normalmente acontecem nos domingos pela manhã, a Fila Nigth Run entra no clima do "Sábado à noite" assim como dizia Lulu Santos:
Todo mundo espera alguma coisa
De um sábado à noite
Bem no fundo todo o mundo quer zoar

Todo mundo sonha em ter
Uma vida boa
Sábado à noite tudo pode mudar

Mais longe da "zoação" que Lulu Santos tenta teorizar no amago de acada um. Tudo era uma grande festa montada ao ar-livre onde a bebida principal era água, sucos e Isotonico e diversos outros itens "comestiveis" que as assessorias esportivas ofereciam para o seus alunos.

Uma festa onde não havia limite de idade do bebê ao Vovô e a Vovó. Alias, eu fui com todas as minhas lindas mulheres.
Era uma prova que prometia proporcionar encontrar bastante gente e foi o aconteceu.

As largadas para 5k e 10k fora em horários diferente, igual o que aconteceu no ano passado, facilitou muito a organização e segurança dos corredores, mas acabou por impedir que ficassemos mais tempo com o amigos. De qualquer forma não deixou de acontecer um "oi" ou "um aperto de mão" bem como um: Boa Prova! Com isso encontrei diversos amigos que sempre estão presentes em diversas corridas.

Roberto e Richard -sempre presentes

Também tive a oportunidade encontrar e conhecer os amigos virtuais como Amanda e Marcio que formam um simpático e lindo casal assim como a simpática Polly Sjobon e a grande Familia do Manequinho.
Amanda e Márcio
Manequinho com seus filhos, esposa e cunhada

Em resumo: Adorei a prova. Melhor ainda porque fui contemplado com a inscrição sorteada, via twitter, pelo pessoal do Corre pelo Mundo. Obrigado pessoal.

E como post foi teve a presença de 2 música, nada como fechar com uma outra música sempre presente em meu playlist - Where The Streets Have No Name

I wanna run, I want to hide
I wanna take down the walls
That hold me inside.
I wanna reach out
And touch the flame
Where the streets have no name.

Eu quero correr, eu quero esconder,
Eu quero derrubar as paredes,
Que me seguram por dentro,
Eu quero alcançar
e tocar na chama,
Onde as ruas não têm nome.

Fotos Abreu




Fotos Aereas O2porminuto

segunda-feira, maio 02, 2011

Máquina de Palavras


Queria escrever mais, falar menos.
Gostaria que eu tivesse uma pequena máquina de palavras.
Registraria tudo nela,
Cada pensamento, tolo ou não,
Pensamentos que estejam aprisionados talvez.

Priorizei o tempo com afazeres e
Por fim esqueci que o tempo passou,
E as palavras se foram.
O vento carregou uma parte,
Outras ficaram aqui guardadas e
Quem sabe um dia eu encontre esta máquina.

Queria muito ter uma máquina de registrar palavras.
Que viesse com uma camera embutida.
Tipo aquelas modernex, com mega pixius e tudo
Que ilustrasse as palavras e desse movimento a elas,
Onde só precisaria aperta um botão.

Queria essa máquina!
Mas ela não existe!
Então fico com as palavras que não se foram
Deixo elas guardadas para quando elas quiserem
Que eu as escreva em algum lugar

Alexandre Abreu